#politicocnm

Dúvidas na navegação

Notícias

Câmara aprova seis projetos da pauta feminina

Quinta, 08 de março de 2018.

05032018 8 de marco Secretaria da MulherO Plenário da Câmara aprovou na noite desta quarta-feira, 7 de março, seis projetos apontados pela bancada feminina como prioritários. Os temas votados garantem mais rigor para a punição dos crimes de estupro, abuso em transporte público e outros crimes sexuais; perda do direito sobre a família de parentes culpados de crimes; e criação de um comitê para tratar de assédio na Câmara.

As propostas aprovadas buscam também manter as grávidas na escola, regulamentar a profissão de esteticista, determinar a notificação e o registro compulsório de dados relacionados ao câncer para permitir que seja cumprida a lei que determina o início do tratamento em 60 dias.

Na Confederação Nacional de Municípios (CNM), o Movimento Mulheres Municipalistas (MMM) é responsável por apresentar as demandas das gestoras municipais no Congresso Nacional. As fundadoras do MMM, Tânia Ziulkoski e Dalva Christofolleti, sempre que reúnem o grupo de trabalho, aproveitam a oportunidade para se encontrarem com deputadas e senadoras e debater a pauta feminina e municipalista.

Em uma de suas idas ao Congresso Tânia Ziulkoski falou da importância da participação feminina nas decisões políticas no Brasil. “O MMM é o primeiro movimento municipalista feminino apartidário e busca a inserção das mulheres no processo de governabilidade. Por meio desse encontro com a comissão da mulher, o movimento demonstra o seu apoio à bancada feminina no Congresso Nacional na luta pela independência política, econômica e social das mulheres brasileiras”, ressaltou.

Espalhe esta notícia:

Voltar